Ataques com gifs causam crises epiléticas

Pessoas propensas tem crises ao visualizar gifs criadas para disseminar o ataque.

Ataques com gifs causam crises epiléticas

Não é a primeira vez que ataques indistintos de imagens propiciam crises epiléticas em internautas.

Também já são conhecidos casos ocorridos no passado, em que ataques eram direcionados a pessoas específicas, com historico de crises.

Agora, vem à tona a série de ataques ocorridos em novembro, através de contas no Twitter e hashtags relacionadas ao Epilepsy Foundation.

Na grande maioria dos casos, a epilepsia fotossensível é uma condição genética que afeta apenas três por cento de todos aqueles diagnosticados com alguma forma de epilepsia.

Os ataques, que usaram o identificador e hashtags da Fundação para postar luzes piscantes ou estroboscópicas, direcionaram deliberadamente o feed durante o Mês Nacional de Consciência em Epilepsia, quando o maior número de pessoas com epilepsia e convulsões provavelmente seguia o feed.

Luzes piscantes em certas intensidades ou em certos padrões visuais ou frequências podem desencadear convulsões em pessoas com epilepsia fotossensível. Embora a população daqueles com epilepsia fotossensível seja pequena, o impacto pode ser bastante sério. Muitos nem sabem que têm fotossensibilidade até terem uma convulsão.

Não está claro quantas pessoas foram afetadas com os ataques de novembro no Twitter.

Já o twitter está oferecendo a opção de impedir a reprodução automática de mídia nas linhas do tempo dos usuários e impedindo que GIFs apareçam quando alguém procurar por assuntos relacionados a epilepsia na pesquisa GIF.

Como desativar a reprodução automática no Twitter:
1) Entrre no Twitter.
2) Na barra lateral esquerda selecione Mais.
3) Selecione Configurações e Privacidade.
4) Na seção Geral selecione Uso de dados.
5) Na seção Reprodução automática selecione Nunca.

No aplicativo móvel do Twitter:
1) Toque no  ícone Seu perfil.
2) Selecione Configurações e Privacidade.
3) Na seção Geral selecione Uso de dados.
4) Na seção Reprodução automática selecione Nunca.

Todo cuidado é pouco.