Ministro britânico assina extradição de Assange para EUA

Julgamento de extradição será em fevereiro de 2020.

Ministro britânico assina extradição de Assange para EUA

Jilian Assange se apresentou a um tribunal inglês nesta sexta-feira e tomou ciência de que o ministro do Interior britânico, Sajid Javid, assinou o pedido de extradição para os Estados Unidos, cabendo agora aos tribunais decidir.

"Ontem assinei e certifiquei a ordem de extradição que vai ser apresentada ao tribunal amanhã", disse o ministro à BBC, acrescentando que cabe ao tribunal "a decisão final".

Assange apareceu por vídeo para a audiência desta sexta no tribunal de Westminster. Ele se defendeu da acusação do advogado que representa os Estados Unidos no caso, Ben Brandon, de que teria decifrado uma senha da rede de defesa americana.

"Eu não descobri senha nenhuma", disse Assange, segundo a Agência Reuters.

O Tribunal marcou a sua audiência para fevereiro de 2020.

Conexão TI se solidaria a Julian Assange e defende a sua liberdade.

Leia mais abaixo:


Clique aqui para ver mais