Facebook deve ser desmembrado, diz fundador.

Chris Hughes diz que os órgãos reguladores dos Estados Unidos deveriam reverter a aquisição do WhatsApp e do Instagram pelo Facebook para promover mais concorrência.

Facebook deve ser desmembrado, diz fundador.

Um dos fundadores do Facebook, Chris Hughes, escreveu esta semana no The New York Times que os órgãos reguladores dos Estados Unidos deveriam reverter a aquisição do WhatsApp e do Instagram pelo Facebook para promover mais concorrência no mercado.

Chris faz uma análise pesada sobre os fatos que envolveram o facebook nos últimos anos, incluindo o escândalo da Cambridge Analytics.

Para Chris, os erros da empresa, as práticas de privacidade desleixadas que derrubaram dezenas de milhões de dados de usuários no colo de uma empresa de consultoria política; a resposta lenta aos agentes russos, retórica violenta e notícias falsas dominam as manchetes da empresa..

Para ele o fato de Zuckerberg controlar ainda mais de 60% das ações da empresa, o torna o homem poderoso por trás do Facebook, impedindo-o, na verdade, de ser controlado.

"A influência de Mark é impressionante. Ele controla três principais plataformas de comunicação - Facebook , Instagram e WhatsApp - que bilhões de pessoas usam todos os dias. O conselho do Facebook funciona mais como um comitê consultivo do que com um supervisor, porque Mark controla cerca de 60% das ações com direito a voto . Mark sozinho pode decidir como configurar os algoritmos do Facebook para determinar o que as pessoas veem em seus Feeds de Notícias, que configurações de privacidade eles podem usar e até quais mensagens são entregues. Ele estabelece as regras de como distinguir o discurso violento e incendiário do meramente ofensivo, e ele pode optar por encerrar um concorrente adquirindo, bloqueando ou copiando-o."

A idéia de que Zuckerberg controla algo gigantesco torna-o um semi-deus dentro de suas aplicações, que envolvem a vida de milhões de pessoas em todo o planeta.

Chris Hughes termina realizando uma longa descrição de toda a história americana contra os monopílios, desde as ferrovias até petróleo e telecomunicações. e finaliza:

"É hora de acabar com o Facebook."

Leia mais abaixo:


Clique aqui para ver mais